Loading

Os últimos soldados

Os últimos soldados

Dois soldados estavam a espreita,

A espera de uma nova investida,

Das tropas inimigas,

Uma bomba é lançada,

Em direção ao esconderijo,

Eles revidaram com várias granadas,

Em um ataque combinado.

Enquanto isso, os corpos dos seus,

Companheiros enfileirados,

No chão frio de uma casa, quase em pedaços,

O lugar era inundado de horror e tristeza.

De trincheira em trincheira,

Eles vão a luta, em mais uma guerra,

Que não é sua.

Deixaram uma vida para trás,

Uma alegria fugaz,

Agora estão de frente com a morte mordaz.

Defender a "pátria",

A muito tempo, deixou de ser uma "missão".

Agora os soldados estão mais para párias,

Em busca de redenção.

Estrondos ecoando em todas as direções,

Quando os dois soldados iniciaram um diálogo.

Porque temos que lutar essa guerra de merda?

Soldado 1,

Somos soldados, é meio óbvio não?

Soldado 2,

Tá me chamando de burro? seu franguinho...acho que estamos mais para peões, vc quer dizer...

Soldado 1

Peões ou soldados, dá na mesma...não foi para defender a "pátria" que eu vim parar aqui, e acho que nem vc.

Soldado 2

Sim, eu fui expulso de casa, pq a minha ex família não aceita, a minha opção sexual, como sou ainda muito imaturo, fiquei sem direção para onde ir, acabei entrando no mundo do crime junto com o meu namorado.

Soldado 1

Nunca desconfiei, vc sempre pareceu tão durão.

Soldado 2

Ao contrário de vc, sensível demais...desculpa mais alguém tinha que levar a fama...mas e vc porque veio parar aqui?

Soldado 1

O meu caso é....perdi a minha família em um acidente...provocado por min mesmo.

Soldado 2

Vc matou a sua própria família?

Soldado 1

Não foi bem um acidente, eu era viciado em todos, os tipos de jogos, fiquei devendo para Deus e o mundo, e no fim quem pagou o preço, foi a minha esposa e os meus 2 filhos pequenos.

Soldado 2

Nossa! que horrível cara! não sei nem o que dizer.

Soldado 1

Mas antes que o soldado 2, pudesse dizer alguma coisa.

Um novo ataque surgi, e o soldado 1 fica gravemente ferido.

Desesperado o soldado 2, vai até o companheiro carrega seu corpo ensanguentado, com o braço esquerdo totalmente dilacerado, e apoia no resto de um colchão velho.

Não se preocupe, vc vai ficar bem.

Soldado 2

Ah não cara...cof cof cof, não me venha com essa positividade tóxica,

nós sabemos que o meu braço foi pro,

saco, e a minha vida tá por um fio.

Soldado 1

Um novo estrondo surgi, dessa vez destruindo parte da casa que restava.

O soldado 2 arremessa a última granada, que estava em sua posse, e pensa:

É tudo ou nada!

Só uma granada me restava,

Só um perdão não apagaria as minhas falhas,

A penitência é a minha última sentença.

A penitência é a minha única recompensa por ter destruído a vida dos que me amavam.

Fim